Neuroses

0

Cadê os meus sonhos?

O Emicida diz numa música “você é o único representante do seu sonho na face da Terra. Se isso não fizer você correr, chapa, eu não sei o que vai”. Tem vezes que ouço esses versos e nem me abalo. Mas tem hora que numa playlist qualquer, num random qualquer, assim de surpresa, eu ouço…

1

Vai passar

Eu sou péssima para dar conselho. Coitados dos poucos amigos que ainda me procuram, choram dores e me pedem uma luz. Eu até tento, mas sempre sinto que caio em todos os clichês. Talvez seja uma defesa, porque sei que eles não vão seguir conselho nenhum, só querem mesmo desabafar e depois vão agir de…

6

É muita exposição

Eu dividia a mesa do bar com mais quatro mulheres. Todas beirando os 60 anos. Em um determinado momento, silêncio. Todas estavam de cabeça baixa, olhando para o celular ou digitando com uma certa morosidade. Coube a mim, a jovem da mesa, repreendê-las. Uma contabilizava os likes de uma foto que havia acabado de postar….

1

Novo golpe na praça

Dizem que tudo começou a dar errado no Brasil quando a seleção tomou o 7 a 1 da Alemanha, na Copa do Mundo, em casa. Eu tenho minhas dúvidas. Acho que o país começou a degringolar quando a – por mim, temida – cordinha de óculos se tornou um acessório fashion e cultuado pelos que…

2

Carinha de gringa

Tô eu parada, esperando para atravessar a rua, cantarolando uma música qualquer, quando percebo que uma mulher de uns 30 anos me olha fixamente. Parei de cantar. Vai que ela tava irritada com o meu cantarolar baixinho… Esse povo é doido e eu não quero confusão para o meu lado. Ela, então, resolve tomar a…

0

Até amanhã

“Então até amanhã”. Foi o que disse um cara de uns 50 anos na estação Catete do metrô, ao se despedir de um outro cara, que julguei ser um colega de trabalho dele. Eu tenho mania de escutar a conversa dos outros no transporte público, mas dessa vez estava distraída, só peguei o finalzinho do…

6

Dias de dondoca

Consegui marcar um exame para o dia seguinte. Pode ser às 13h30? Claro, como não? Chego na academia ao meio-dia. No máximo cinco privilegiados usando os aparelhos. Não preciso revezar com ninguém, muito menos falar com ninguém. E nem preciso entrar na fila para usar o transport, porque ele está sempre lá, me esperando placidamente….

3

Morar sozinha

Dois dias de febre alta, muita tosse e lenços de papel espalhados pela casa. Pelo menos tem canja na geladeira. Dois dias de louça acumulada na pia. Deve ser a idade chegando, mas eu odeio deixar pratos sujos na pia. Fico aterrorizada, achando que a cozinha vai ser invadida por ratazanas, baratas voadoras e moscas…

13

Fiquei sem emprego. E agora?

Eu tinha 7 anos e ficava agoniada ao escutar a faixa 8 do CD ‘Quebra-cabeça’, do Gabriel, o Pensador. ‘Essa é a dança do desempregado… Quem ainda não dançou tá na hora de aprender’… Eu nem sabia direito o que era emprego, mas ficava tensa com a possibilidade dos meus pais entrarem nessa dança. ‘A…

© 2009 Cena Seguinte